FOTO: BRAIMA DARAME
Informações sobre supostas invasões ao gabinete do deputado Cipriano Cassamá - que preside da Assembléia Nacional Popular; irritou o mesmo em Bissau, na Guiné-Bissau.

De acordo com assessores internos, as salas do político oposicionista foi invadida e violada nos últimos dias por pessoas estranhas. O político disse que trabalhará em casa.

Ele alegou insegurança no órgão público e criticou o presidente da República José Mário Vaz (PAIGC). Cassamá insinuou possíveis "manobras obscuras" por parte de José Mário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário