FOTO: JUCIVAN VILAR DANTAS
Médicos, enfermeiros e condutores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), se acham em paralisação temporária, em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste.

A suspensão do atendimento aconteceu por problemas mecânicos apresentados pelas duas ambulâncias da cidade. Muitos cidadãos já reclamam do cancelamento do serviço.

Mesmo com os problemas, é provável que a situação retorne ao normal em breve. Atualmente as demandas de atendimentos urgentes requerem mais veículos preparados.

Um detalhe que culminou na crise foi presença de defeitos nas ambulâncias de reserva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário