FOTO: ANTÔNIO CRUZ
Com 188 votos contrários, 231 favoráveis e algumas abstenções; legisladores aprovaram nesta quarta-feira (22), a terceirização irrestrita na Câmara dos Deputados, em Brasília.

O projeto apreciado na instituição parlamentar propõe a contratação de prestadores de serviço para todos os tipos de atividade, sem vínculos de emprego para os contratantes.

Criticada por muitos, a pauta que embora amplie de 90 para 180 dias o tempo mínimo para os funcionários temporários; poderá prejudicar a seguridade profissional brasileira.

Olhada de outro ângulo, a emenda que segue para a sanção presidencial deve estimular uma melhor atuação trabalhista, atrelada aos planos de assistência ao profissionalismo.

Nesta sexta-feira (24), a Coluna Estadão postou que o presidente Michel Temer (PMDB) aprovará a proposta. A fotografia acima é do jornalista Antônio Cruz, da Agência Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário