FOTO: JUCIVAN VILAR DAYTAS
Um mandato de segurança emitido nesta quinta-feira (6), pelo juiz Sollon Otávio de França, determina novas eleições para presidência da Câmara de Taquaritinga do Norte.

O decreto foi fruto de ações impetradas na justiça pelos vereadores Geovane César (PR), Rogéria Coelho (PSDB), Demir Martins (PMDB), Oscar Miguel (PSC) e João Eugênio (PPS).

Eraldo de Pedra Preta (PTN), que preside a instituição será afastado da função em um prazo de 72 horas, em virtude da decisão que alegrou todos os legisladores queixosos.

Geovane César junto aos outros denunciantes, teria ficado insatisfeito no início com a eleição do colega de bancada para o comando da casa legislativa norte-taquaritinguense.

Jurandir Ferreira (PTB), vice-presidente e aliado de Eraldo de Pedra Preta; disse o colega vencerá novamente possíveis eleições para o comando da mesa diretora da casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário