O constante aumento da criminalidade em todas as regiões do território estadual, tem desgastado politicamente a imagem do governador Paulo Câmara (PSB), em Pernambuco.

De acordo com recentes levantamentos feitos no campo da segurança pública, mostram dificuldades que o governador enfrenta para conter os assassinatos e roubos no estado.

Erros inaceitáveis - como mortes de cidadãos em protestos pacíficos cometidas por militares e operações com planejamento precário; marcam a administração do gestor.

A degeneração em programas e ações sociais da pauta - como o declínio do "Pacto pela Vida"; respinga negativamente sobre a cabeça do político que pretende a sua reeleição.

INCIDENTE EM ITAMBÉ - Outro acontecimento que abalou mais a popularidade de Câmara foi a morte do estudante Edvaldo Alves da Silva, assassinado por uma bala de borracha.

O jovem que participava de uma manifestação pacífica foi baleado na perna por policiais militares. Ele passou alguns dias hospitalizado, mas morreu após algumas complicações.

A imprensa rotulou "omissa" a postura do governador, que ainda não puniu os culpados. A fotografia acima foi produzida pelo jornalista e fotógrafo José Cruz, da Agência Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário