Um ataque direcionado contra estudantes nigerianos - acusados injustamente da morte de um adolescente; revoltou autoridades policiais e a sociedade, em Nova Déli, na Índia.

O confronto contra os universitários começou quando um garoto indiano teria morrido com suspeita de overdose. Muitas pessoas atribuíram as causas do óbito aos acadêmicos.

Com a acusação, muitos africanos formam espancados de forma impiedosa no país. Horas depois, uma autópsia detectou que o rapaz vitimado não ingeriu nenhuma droga.

Os ataques contra os estrangeiros revoltaram integrantes da Amnistia Internacional, pelo fato dos alunos apontados não haverem feito fornecimento de nenhum entorpecente.

Juristas, intelectuais e jornalistas indianos e de outras nações repudiaram as agressões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário