FOTO: BLOG DO NEY LIMA
Comoção, dor e revolta marcaram o sepultamento do jovem Marcelo Torres Silva, 26 anos; morto por engano na "Rua do Arame", no São José, em Santa Cruz do Capibaribe.

Muitas pessoas acompanharam o cortejo fúnebre do rapaz que morreu baleado ao ser confundido com um assaltante na noite da quarta-feira (3), quando foi encontrar o pai.

Parentes, amigos e a sociedade em geral renderam homenagens no enterro do músico que era pai de crianças pequenas. As autoridades apuram o crime que vitimou o jovem.

Familiares clamaram por justiça em meio ao momento de despedida no Cemitério São Judas Tadeu. A fotografia foi produzida pelo repórter Thonny Hil, do Blog do Ney Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário