Uma determinação judicial emitida nesta quarta-feira (4) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sustentou a cassação do mandato do governador amazonense José Melo (PROS).

Imediatamente afastado do cargo juntamente com o vice-governador Henrique Oliveira (SD) - por suposta compra de votos; o partidário venceu a campanha eleitoral em 2014.

Com o afastamento l, novas eleições vão ser realizadas no estado. David Almeida (PSD) que preside a Assembléia Legislativa do Amazonas vai ocupar interinamente a função.

Mesmo afastado do poder, o governador tem direitos jurídicos para recuperar o posto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário