INSEGURANÇA AMEDRONTA POPULAÇÃO, NO RIO GRANDE DO NORTE

Um cenário de catástrofe decorrente da paralisação promovida por policiais militares e bombeiros, segue preocupando muitos cidadãos metropolitanos e interioranos; no Estado do Rio Grande do Norte.

De acordo com informações postadas no G1 Rio Grande do Norte, cerca de 105 pessoas foram assassinadas no território potiguar desde 19 de dezembro, quando a greve foi deflagrada oficialmente.

O panorama foi publicado pelo Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO). O protesto trabalhista feito recentemente pelos oficiais da segurança considerado ilegal pelo Governo do Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário